Londres, cidade entusiasmante

De todas as capitais europeias, para nós, Londres é a cidade mais entusiasmante ao nível cultural. Cheia de propostas para todos os gostos; sejam exposições de arte, mostras de design, colecções em museus ou em galerias de arte ou mesmo, moda.

Na viagem da semana passada à capital inglesa, tivemos várias experiências que passamos a partilhar para que numa viagem futura possam usufruir.

Victoria and Albert Museum

Até 18 de Fevereiro de 2018, podemos conhecer a vida e obra do grande Mestre da Moda, Balenciaga. Na Exposição Balenciaga: shaping Fashion vemos o seu percurso e todas as fases e desafios lançados pelo designer. De facto, Cristobal Balenciaga, de origem espanhola, lançou pontes para o futuro na moda e criou um olhar novo. Dele dizia Christian Dior, “A Alta Costura é uma orquestra, da qual Balenciaga é o maestro”. Na mesma, podemos assistir num nível superior da exposição, todos aqueles que passaram pelo seu atelier, desde Alexander Mcqueen a Yamamoto.

Tate Modern

Duas exposições a não perder:

  • até dia 2 de Abril de 2018, dedicada a Modigliani. Numa vida breve e turbulenta este pintor teve uma “produção extraordinária de retratos. Acompanhamos nesta exposição a sua vida seja na obra artística, social e amorosa.
  • até 18 de Fevereiro de 2018, podemos observar a história pelas artes visuais, publicidade e propaganda do recém-nascido estado soviético. Celebrando a revolução de 1917, esta mostra traz peças extraordinárias de toda a máquina de propaganda do estado. Red star over Russia

British Museum

Até dia 8 de Abril de 2018, temos uma viagem a fazer neste museu. Viajar pelas crenças e fés dos homens para compreender a própria sociedade e o Homem. A descrição do museu é incrível e diz o sumo da exposição “Beliefs in spiritual beings and worlds beyond nature are characteristic of all human societies. By looking at how people believe through everyday objects of faith, this exhibition provides a perspective on what makes believing a vital part of human behaviour”. Nela podemos observar vários objectos de culto de várias fés e expressões religiosas como por exemplo uma maquete da Igreja do Santo Sepulcro em Jerusalem ou uma placa japonesa do séc. XVII com informação sobre os cristãos novos na ilha.

National Portrait Gallery

Até 11 de Fevereiro de 2018, podemos observar uma grande exposição de retratos do artista Cézanne. Temos ao nosso alcance cinquenta retratos vindos de várias colecções ao nível mundial e alguns são considerados novidade no Reino Unido. Paul Cézanne (1839-1906) foi um dos maiores pintores do séc-XIX com técnicas únicas que lhe permitiram deixar um rasto considerável na história da arte.

Podemos ainda ver uma pequena mostra relacionada com os 500 anos da reforma luterana e a influência de Martinho Lutero na Reforma da Igreja em Inglaterra em tempos de Henrique VIII.