Homenagem a René Magritte

Desde 1931, ano em que o relógio Reverso foi criado, que o seu impacto tem permanecido extremamente poderoso, para além de este ano comemorar o 85º aniversário. Jaeger-LeCoultre dedicou repetidamente os seus muitos ofícios para prestar homenagem aos artistas através do Reverso, um dos raros relógios  perfeitamente adequado a mostrar uma reprodução de uma obra de arte no mostrador ou no verso.

Para esta ocasião única, Jaeger-LeCoultre e Maison De Greef estão extremamente orgulhosos de desvendar o Reverso em homenagem a René Magritte, com uma gravura lacada de uma das suas mais famosas pinturas “The Treachery of Images” no verso.  Nele, o artista retrata um cachimbo com detalhe quase fotográfico sob o qual escreveu a frase ‘Ceci n’est pas une pipe’ (Isto não é um cachimbo).

A grande obra deste pintor surrealista belga é homenageada em três séries diferentes de relógios, cada um com características distintas. A primeira série de edições especiais Reverso é adornada com Magritte The Treachery of Images. A pintura de Magritte aparece como um tesouro escondido no “outro” lado, revelada no verso do relógio.

A tela original foi pintada em 1929, durante um dos períodos mais criativos do artista em Paris e está actualmente em exposição no County Museum of Art de Los Angeles. Esta homenagem única a René Magritte é realizada em estreita colaboração com Charly Herscovici e a Fundação Magritte.

Para esta primeira série, Jaeger-LeCoultre e De Greef introduziram um relógio de ouro branco numa edição de 5 peças, e um modelo em aço numa edição de 15 peças. Ambas as referências no Reverso original, foram apresentadas em 1931. O relógio em ouro branco é o Grande Reverso Ultra Thin 1931 com um mostrador em tons prata exibindo horas, minutos e pequenos segundos; enquanto o modelo em aço é o Grande Reverso Ultra Thin Tribute to 1931 com um mostrador preto que mostra as horas e os minutos.

Ambos são relógios reversíveis únicos, equipados com o in-house Jaeger-LeCoultre Calibre 822. A primeira série de peças pode ser admirada exclusivamente na Maison De Greef, enquanto a segunda e terceira séries serão introduzidos ao longo dos próximos anos.
Há vários anos, durante uma das suas muitas visitas ao De Greef, um conhecedor com uma paixão por arte e relógios começou a discutir com o director da empresa Watches & Jewelry, Jacques Wittmann, a ideia de homenagear o mestre belga mundialmente famoso René Magritte. Não só pelo reconhecimento das suas grandes obras, mas também porque em 2017 vai marcar o 50º aniversário da sua morte.

Três elementos essenciais deveriam ser combinados para criar um relógio único como tributo a Magritte: artesanato, arte e património. Todos os três são admiravelmente incorporados neste primeiro tributo a Magritte, para o qual os especialistas Jaeger-LeCoultre criaram uma requintada peça de arte no verso do relógio Reverso.
A reputação da Jaeger-LeCoultre como um mestre de relojoaria inventiva remonta há mais de 180 anos, e as artes decorativas consagradas pelo tempo estão entre os ofícios mais preciosos fielmente preservadas pela Grande Maison. Paixão, expertise e imaginação são os valores orientadores de cada acção dos artesãos.