Uma experiência original com a IWC

Foi com muito prazer que aceitei o convite da IWC para ir conhecer mais a fundo a sua marca e os seus fabulosos relógios. O Gentleman’s Journal estava integrado num restrito  grupo de outros bloggers convidados do mundo inteiro desde Alemanha até à China.

De facto, prometeram-nos uma experiência original na casa da IWC em Schaffhausen e foi mesmo uma vivência original que fomos encontrar. Juntamente com os outros bloguers vivemos dois momentos inesqueciveis. O interessante deste grupo restrito foi pudermos ter vários tipos de bloguers e meios online, desde lifestyle, música e moda.

Esperava-nos um dia cheio de sol, onde a neve parecia somente um manto quieto e frio mas que nos permitiu dar uma volta pelos céus dos alpes com toda a magnificência da paisagem.

É impossível para um ser humano não sentir o toque gélido da nossa pequenez quando contemplamos toda aquela obra esplendorosa. Os alpes cobertos desta capa mágica que nos deslumbrava como saída de um conto de fadas, atrás de um guarda-fatos ou somente na imaginação de Tolkien.

Num Junkers Ju 52, avião original dos anos 30 do século passado, sentimos o que era viajar quando os aviadores necessitavam de certos modelos de relógios, úteis e práticos em condições mais adversas que as actuais. Era nesta condições que a IWC tinha de pensar quando desenhava os seus relógios para estes profissionais: nas condições sonoras, no frio das altitudes e muitas outras condicionantes.

Um IWC é fruto de criatividade posta em acto para facilitar a vida, seja destes primeiros aviadores como da nossa própria vida do quotidiano.

Ao visitar a sede da IWC, tivemos outra grande experiência que foi poder observar a colecção toda junta numa sala e perceber a história desta marca e das suas varias colecções. De seguida, tivemos uma aula de watch making, foi algo que já tínhamos participado em Lisboa no Ritz, no ano passado.