Agenda Cultural 17.07.2014

Agenda cultural sob a orientação de Rui Manuel de Sousa. Uma selecção de acontecimentos ou locais onde a cultura se vive e pode ser observada.

o olhar inabitado das manhas 1 – O OLHAR INABITADO DAS MANHÃS de Daniel Gorjão

O encenador Daniel Gorjão e o Teatro do Vão apresentam O Olhar Inabitado das Manhãs, um espectáculo baseado em textos de Sophia de Mello Breyner Andresen. Sara Carinhas é a actriz escolhida para dar voz e corpo ao texto de Cátia Terrinca.

“É um espectáculo que fala da Sophia, sem lhe revelar nunca o nome, que traz na voz poesia sem querer e sem ser metáfora, que encerra, caixa negra, a intimidade da palavra (a menos orgânica forma de ser e sentir) com a natureza do corpo e com o próprio corpo, que é natureza. Traz a melancolia de quem se sente um espectro, de passagem, de quem sabe que terra rocha fogo vento e céu são simultaneamente anteriores e maiores do que nós. Nenhuma palavra terá a força de um trovão. A palavra céu é tremenda de pequena. E se escrevo luz nada se ilumina. Então o Daniel escolhe uma actriz, que se chama Sara Carinhas e, também ela, traz um nome feito de rochas ou pedras preciosas, não importa, é um nome que veste a mulher, gato assustado, frágil – então o Daniel desenha-lhe uma esquina e eu dou-lhe um canto. É assim: a mulher do olhar inabitado tem poemas dentro da boca.”

Museu Nacional de História Natural e da Ciência

Palmário do Jardim Botânico

Rua da Escola Politécnica, 54-60

17 a 19 de Julho, às 21h

Preço: 6€

Vieira da Silva2- TAPEÇARIAS DE PORTALEGRE NA OBRA DE VIEIRA DA SILVA

A Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva apresenta, em colaboração com a Manufactura de Tapeçarias de Portalegre, a exposição de tapeçarias de Maria Helena Vieira da Silva.

A exposição tem curadoria de Vera Fino e apresenta todas as tapeçarias realizadas na Manufactura e que se encontram actualmente na posse de instituições e particulares. Infelizmente, há uma excepção, que pela sua enorme dimensão não pode ser exposta no espaço do museu, a obra Êxodo de 1981.

Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva

Praça das Amoreiras, 56

Até 25 de Outubro Preço: 4€

maria matos3- MARIA MATOS AO AR LIVRE

Tal como em anos anteriores, o fim da temporada do Teatro Maria Matos é comemorado com um dia de festa ao ar livre. Oficinas, teatro, leituras e culinária marcam o evento que sai fora de portas ocupando a Rua Bulhão Pato e o Jardim das Estacas.

Artes plásticas, ciência, histórias e confecção de pizzas, para todos os gostos, convidam os mais miúdos e os graúdos a juntarem-se à festa. Mais à noite, das 20h às 22h, Martinha e Pedro Augusto trazem canções e outras improvisações para uma noite que promete mais animação.

Programação completa em: http://www.teatromariamatos.pt/

Rua Bulhão Pato e Jardim do Bairro das Estacas

19 Julho, das 15h às 22h

Entrada livre