Louis Vuitton continua a surpreender

LV

A Maison Louis Vuitton não pára de nos surpreender e de se recriar.

Depois de revolucionar a história das malas de viagem ao criar, em 1854, o primeiro baú plano revestido com a tela leve e resistente Trianon cinza, e depois de lançar uma tela com listas vermelhas verticais em 1872, seguida, quatro anos mais tarde, por uma versão com um design bege monocromático, em 1888 Louis Vuitton criou a tela Damier, fruto da imaginação conjunta com o seu filho Georges.

Foi com a sua ajuda, que Louis Vuitton acabou finalmente por escolher um padrão axadrezado com quadrados castanhos e bege: nascia a tela Damier. Entrecruzava as listas verticais claras e escuras que formavam a palete de beges da tela que cobria os baús da Maison até àquela altura.

Uma das imagens de marca da Maison é uma expressão criativa sem limites, o Damier nunca deixa de surpreender e de se reinventar. Para o Verão de 2013, os novos modelos Damier Infini fluorescente, Damier Ebène com um interior colorido e Damier Challenge marcaram o desfile, apontando numa direcção inconfundivelmente vanguardista.

LV

LV