Como escolher uma camisa – 1º acto

Hackett

Escolher uma camisa para um homem é um acto que exige ponderação e “olho vivo” para que a peça eleita seja versátil no seu uso diário.

1. Não comprar camisas de mangas curtas mesmo que seja tempo de verão. Para o ambiente de trabalho não são aconselháveis, pois não se usam com fato. É preferível ter uma boa colecção de t-shirts ou pólos de manga curta para quando se quiser assumir um ar casual mas esquecer todas as camisas de manga curta.

2. O que evitar?

– colarinhos extravagantes que podem ser incómodos
– camisa de botões nos colarinhos para uso de gravata
– camisas com qualquer tipo de bolso
– padrões demasiado marcantes, brilho ou materiais gritantes
– padrões xadrez (somente para uso casual ou em looks denim)

3. Qual a cor a escolher?

A primeira de todas é a branca, pois é uma cor que joga com qualquer look. Uma camisa branca de bom corte e material razoável é um bem a conservar. Depois temos sempre a camisa azul clara que pode ser conjugada com outras cores. Cinzas, azuis escuros e pretos podem ficar elegantes em certos looks mas precisam de ser trabalhadas para não misturar preto com castanho, por exemplo. Cores mais fortes ou marcantes são um problema para se conjugar e por isso a evitar.

4. Riscas, lisas ou aos quadrados?

Depende muito do look total mas se queremos algo que seja seguro, apostamos nas riscas de espessura fina e mesmo nos quadrados pequenos. Estas também com cores menos marcantes para que possam jogar com mais materiais, texturas e cores. As camisas lisas são sempre uma boa opção a tomar.

5. Que tipo de punho? Como usar as mangas?

Existem as camisas para uso de botões de punho que dão sempre uma elegância marcante. Mas, mesmo neste caso, as camisas de punho duplo são uma mais valia. Sendo a escolha dos botões de punho algo de muito importante, pois, é nos detalhes que temos de  ter muito cuidado. As mangas usam-se normalmente sempre para baixo ou podem se dobrar sem exagero. Depende do ambiente onde se estiver. As mangas não devem ser muito curtas, devem cobrir o pulso na totalidade.

6. Nem demasiado apertadas nem demasiado largas.

O tamanho deve ser o exacto. Antes de comprar uma camisa saber as medidas do pescoço, dos braços e dos ombros. Depois, encaixar essas medidas nos sistemas vários de tamanho de vestuário. Para que não aconteça duas coisas: camisas apertadas no pescoço ou largas nos ombros que irá desfazer o look do homem. Camisas largas não são, de todo, uma escolha.

As camisas slim, super slim ou mais cintadas em homens são uma aposta que pressupõe um corpo cuidado ou pouco flácido. Seja como for, temos de perder tempo e experimentar. Até para que possamos verificar o comprimento da camisa. Uma peça sem comprimento suficiente pode ser um problema no decurso do dia. Vai soltar-se e sair das calças. No caso das mangas, nunca deixar que fiquem curtas em relação ao punho.

O ideal era puder mandar fazer camisas para o nosso corpo, ou seja, à nossa medida. Por razões financeiras, nem todos podemos ter esse privilégio. Mas, sem dúvida, é uma mais valia preciosa.

Conselho: Nunca usar camisas interiores ou t-shirts com camisas

O uso de t-shirts ou camisas interiores debaixo das camisas origina um ar pouco elegante. Demasiado informal em certas ocasiões e pouco elegante no quotidiano casual. No caso de frio extremo, tentar evitar que apareça a gola da camisa interior na abertura da camisa exterior.

Estes são alguns conselhos que achamos pertinentes. Faltam alguns que ainda voltaremos a tratar, tal como os tipos de materiais ou a conjugação com gravatas e outros acessórios.